sábado, 10 de setembro de 2011




A inveja é pior que o ódio, inveja acaba com a reputação, provoca homicídios, abala o círculo de amizades, arruína negócios, faz adoecer a alma...
A pessoa invejosa tem uma característica singular - é sempre a outra. Todo mundo admite ter algum defeito: preguiça falta de organização, pavio curto, orgulho grande, "Perfeccionismo". Mas aceitar e dizer em alto e bom som que se tem inveja é coisa rara. Acontece que todos, nem que seja apenas em determinado momento da vida, PASSAMOS POR ESSE TIPO DE SENTIMENTO. Segundo os psicanalistas (só por conhecermos nossa própria inveja que conseguimos reconhecê-la no outro explica ainda, "Esse sentimento está necessariamente ligado a uma sensação de impotência".
"(A inveja aparece quando reconhecemos em alguém uma qualidade que gostaríamos de ter, mas acreditamos que não temos, ou não podemos ter”, Seria quase uma admiração). Mas quando, por causa de nosso sentimento de impotência, essa admiração vem acompanhada daquela vontade sofrida de destruir o bem alheio, isso é inveja. "A dificuldade de se admitir esse sentimento vem exatamente do fato de que isso seria admitir uma falta ou impotência que acreditamos ter". A vontade de destruir que acompanha a inveja é muito facilmente observada em crianças que, por exemplo, quebram o brinquedo do amiguinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário