quinta-feira, 3 de novembro de 2011



Números 13:21 diz assim: "Disse o SENHOR a Moisés: Envia homens que espiem a terra de Canaã, que eu hei de dar aos filhos de Israel; de cada tribo de seus pais enviareis um homem, sendo cada qual príncipe entre eles."
O Senhor chegou para Moisés e disse: “Moisés, Eu tenho uma terra e vou dá-la para os filhos de Israel.” Olha, era uma promessa do Senhor. Veja que interessante: Deus queria ver se eles estavam preparados e se iriam resistir àquilo que veriam na terra como adversidade. Doze espias foram enviados. Dentre eles, Josué e Calebe.
Dizem os versículos 27-28: "Relataram a Moisés e disseram: Fomos à terra a que nos enviaste; e, verdadeiramente, mana leite e mel; este é o fruto dela. O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades, mui grandes e fortificadas; também vimos ali os filhos de Anaque."
Veja, eles foram enviados para espiar. Deus queria ver se eles estavam preparados, qual seria a reação deles. Eles chegaram lá e viram que a terra era boa, mas começaram a olhar para as dificuldades. Olhe a dúvida, a intimidação, o medo, que começou a dominar o coração daqueles homens.

Talvez, para alguns, a terra que mana leite mel seja a casa própria, ou a cura de uma doença, ou um cargo de chefia, ou a restauração da família, ou a compra do carro ou do terreno, ou a aprovação num concurso público... Se você, diante disso, começa a olhar as circunstâncias, você desiste.
No versículo 30 diz assim: "Então, Calebe fez calar o povo perante Moisés e disse: Eia! Subamos e possuamos a terra, porque, certamente, prevaleceremos contra ela."
Não havia dúvida, nem medo, nem desconfiança no coração de Calebe. Havia Fé, autoridade e confissão! Enquanto dez homens estavam chorando, murmurando, um se levantou e disse: “Nós vamos subir, vamos possuir, vamos prevalecer, vamos vencer, porque Deus vai nos dar a vitória.”
Os outros não acreditaram se acharam inferiores, murmuraram e estagnaram. Mesmo depois de tantos sinais que o Senhor havia feito. Veja a incredulidade do coração deles.
Diz em Números 14:6-7: "E Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné, dentre os que espiaram a terra, rasgaram as suas vestes e falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra muitíssimo boa."
Por causa da incredulidade, de não terem obedecido a Voz de Deus, morreram murmurando. Sabia que há pessoas que estão morrendo, murmurando? Não é morrendo fisicamente, mas é nos sonhos, nos alvos, nas esperanças, na confiança em Deus.
Nos versículos 23-24 e 30 diz: "!nenhum deles verá a terra que, com juramento, prometi a seus pais, sim, nenhum daqueles que me desprezaram a verá." "Porém o meu servo Calebe, visto que nele houve outro espírito, e perseverou em seguir-me, eu o farei entrar a terra que espiou, e a sua descendência a possuirá.""não entrareis na terra a respeito da qual jurei que vos faria habitar nela, salvo Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num."
Os dez espias e aquele povo ficaram lá murmurando, chorando, lamentando. Tinham armas, mas não souberam usá-las. Estavam diante daquela adversidade, e o Senhor queria ver qual seria a atitude deles e eles ficaram murmurando.

Eu termino, dizendo: Seja como Josué e Calebe. Olhe, tenha Fé, autoridade e demonstre isso na sua confissão. Não abra mão da igreja ou de Deus na sua vida. Não abra mão da Palavra do Senhor. Não abra mão da sua vida de adoração.
Quem sabe há alguém que está diante de cidade fortificadas, homens altos, fortes; situações difíceis que surgiram na sua vida. Eu lhe digo uma frase: “Nunca devemos nos permitir rastejar, quanto sentimos o impulso para voar”.
Sinta, agora, o impulso de Deus para você voar. Sinta-se, agora, tomando posse desta terra que mana leite e mel. O que você deseja? O que você trouxe no seu coração, como pedido, como desejo. Sinta, nesta hora, que as dificuldades são apenas oportunidades para que você saia muito mais fortificado, amadurecido e recompensado por Deus. Ele é o galardoador. Ele é o recompensador.

Comece, agora, neste momento, a se ver como uma águia poderosa. Rompa em Fé. Vença essa situação, ultrapasse essa barreira, tome posse. Comece a ver agora a sua casa própria, a aprovação no concurso, a libertação do seu marido, a libertação da sua esposa e os seus filhos na Casa do Senhor. Vamos! Comece, agora, amado, a tomar posse aí no seu lugar. Tome posse. Tome posse. O Senhor prometeu. Se está na Bíblia nós cremos.
Há uma promessa de Deus. Com a Fé, com a autoridade e com a nossa oração, a nossa Fé em ação, tomamos posse, em Nome de Jesus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário